Uma visão de Faro Contemporâneo

Posted: 09/02/2012 by faro1540 in Conhecer Faro, Entrevistas
Tags: , ,

Faro é uma cidade de média dimensão, tendo nos últimos 40 anos, à semelhança de muitas outras cidades do país, visto a sua população aumentar de forma acentuada. Assim, a cidade de Faro conta actualmente com cerca de 65.000 habitantes.

Para acolher uma população a chegar todos os dias foi necessário a construção de um número muito significativo de habitações que se implantaram na periferia da cidade. Esta urbanização galopante foi concretizada sem planeamento adequado, o que provocou constrangimentos a nível da circulação do tráfego e da mobilidade dos cidadãos. Faro também perdeu o seu belo perfil de cidade mediterrânica onde se dizia que se ”via a ria ao fundo de cada rua e o mar em cima de cada açoteia”.

Ainda assim, Faro possui um centro histórico extenso e de grande valia patrimonial, sendo de realçar a Vila Adentro, a Frente Ribeirinha, a Judiaria e a Mouraria. Devido ao conhecido “efeito donut” todas estas zonas encontram-se muito despovoadas e com muitos edifícios degradados.

Em termos culturais Faro consegue congregar um conjunto de espaços que disponibilizam uma oferta cultural de relevo. Assim, podemos destacar “os Artistas”, o “Kapa”, a “Associação dos Músicos”, O Teatro Lethes, o Teatro Municipal, a Biblioteca Municipal, o “Pátio de Letras” e mais recentemente o espaço “Faro 1540”. Geralmente, em quase todos os fins de semana e durante a mesma ocorrem vários eventos culturais em todos eles.

Existe, também, uma galeria municipal – a Galeria Trem – na Vila Adentro, que tem tido ao longo dos anos uma programação de nível internacional. Também a Fábrica da Cerveja, junto à galeria referida, tem sido palco de inúmeros eventos na área da música, teatro e artes plásticas. É de assinalar a peculiaridade arquitectónica deste edifício que, abraçado às muralhas árabes e sobranceiro à Ria Formosa, se desdobra num labirinto de módulos que se elevam, por vezes, numa monumentalidade de expressão “Chiriquiana”.

A pequena dimensão da cidade permite uma proximidade a esses centros de cultura, contribuindo para um número muito apreciável de assistentes em cada espectáculo.

Também em Faro existe uma zona de bares que se concentra predominantemente em torno da “Rua do Crime” na Mouraria. Este local já teve, alguns anos atrás, um apogeu interessante em termos culturais e de convívio, afectando, actualmente, um decréscimo acentuado desse dinamismo, que foi transferido para outros locais de convívio na cidade.

Por último, há que lamentar o facto da principal referência histórica e cultural de Faro ter sido encerrada há pouco tempo. Trata-se do Café Aliança detentor de um espaço arquitectónico ao nível dos mais emblemáticos cafés nacionais. Esperemos que brevemente possa reabrir as portas para voltar a ser o lugar mais central da cidade.

Fernando da Silva Grade, Artista Plástico

Partilhar nas Redes Sociais:
Uma visão de Faro Contemporâneo
0 votes, 0.00 avg. rating (0% score)

Comments are closed.